Testemunho – Cláudia Gouvinhas

Testemunho – Cláudia Gouvinhas

Em Julho de 2008 escrevi: “Há um ícone que exprime isso mesmo, o ícone da amizade. Este ícone vem do Egipto, é do século VI. Nele vemos Cristo colocar a sua mão sobre o ombro do seu amigo, para caminhar com ele, para o acompanhar. Peço-te Senhor, que oiças as minhas humildes preces: Peço-te por algumas pessoas que são importantes para muita gente, pessoas que fazem a diferença…

Pelo Luís, para que mantenha sempre o espírito crítico, a coerência e a dedicação que sempre demonstrou para com os seus pares.

Pela Sílvia, para que o seu grande coração consiga conjugar tudo na perfeição, como tem feito até aqui. Uma amiga dedicada, uma mãe carinhosa, Senhor
preserva-a.

Pelo João Claro, que mantenha sempre a criatividade e sentido de humor. Contamos com ele para iniciativas arrojadas e com grande qualidade.

Pela La Salete, que o espírito de dedicação ao seu semelhante, nos continue a fazer crescer e a fazer-nos pessoas melhores.

Pelo Roberto, nosso grande amigo, que a sua calma seja sempre exemplo para nós e que o seu olhar de artista nos ajude a pintar um mundo melhor.

Pela Mafalda, o seu espírito revolucionário a todos faz e fez crescer; não diz não a uma causa; é um exemplo de dedicação; e uma verdadeira amiga.

Pela Maria João, que muito nos alegrou nas reuniões

Pela Filomena, para que o ano sabático tenha servido para retemperar forças.

Pelo Francisco, para que conserve a alegria que empresta às orações de Taizé, que esta seja sempre motivadora e revigorante.

Pela Isabel, sempre tímida, mas quando nos brindou com o seu ser irreverente, foi uma mais-valia e uma boa descoberta.

Pelo João Daniel, que a sua bondade e dedicação (sempre presentes num enfermeiro),nunca o abandonem.

Pela Rosa, sempre tão carinhosa e dócil, permite-nos Senhor a sua presença para que possamos viver cada vez mais em harmonia.

Pelo André, que mantenha sempre a alegria que demonstra, o riso tão fácil que contagia. Uma pessoa cativante, um ser historicamente brilhante.

Pela Ana Márcia, sempre tão energética e afável, uma boa professora, a sua opinião faz a diferença

Pelo Pedro, que a sua dedicação seja sempre recompensada e que continue a lutar contra o comodismo.

Pela Teresa, que a sua energia nunca se perca, a sua rebeldia é um fator positivo.

Pela Liliana Ricardo, que nunca perca o espírito solidário.

Pela Marta, que continue a ajudar os que mais precisam.

Pela Lurdes, um ser cheio de amor, que está sempre disponível e que nunca vira as costas a quem precisa. Tem sempre uma palavra de conforto.

Pela Teresa de Jesus, conserva Senhor a amabilidade, o espírito jovial, a fácil compressão que a Teresa sempre demonstra. Dá-se, sem esperar nada em troca.

Pelo Pascoal, para que tenha um futuro sorridente.

Pela Oscarina, sempre tão calorosa, mantém Senhor a sua criatividade.

Pela Sílvia, que continue a ajudar os que mais sofrem e que mantenha o seu sentido de humor característico

Pelo António Bacelar, Padre Bacelar, Peba, Bac, que continue a ser o centro físico da nossa união.

Que transmita sempre como até aqui o grande dom que é Dar-se;
Que a sua alegria nunca se desvaneça;
Que sorriso nunca o abandone.
Pe. Bacelar reflete uma paz que nos tranquiliza… é um ser de dádiva total ao semelhante.
Senhor, dá-lhe dias com 48h e agendas com 400 dias e Verás se o mundo não melhora…”

Muitas pessoas não foram referidas (não faziam parte da equipa desse ano), mas serão sempre lembradas, porque uma parte do que sou hoje devo-lhes pela convivência e partilha.

Obrigada PU! 😉

Testemunho - Claudia

 

Cláudia Gouvinhas
Maio 2015

Leave a Reply

css.php